SOU EVANGÉLICO, SOU FELIZ, UMA ANÁLISE DAS PRINCIPAIS QUESTÕES DA VIDA EVANGÉLICA

Por apenas: R$ 19,99 com FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL

UM LIVRO PARA ABENÇOAR A SUA VIDA.

Veja alguns capítulos que você vai encontrar neste livro.
– Ser evangélico
- Posso ser evangélico sem frequentar a igreja?
– Qual é a roupa de um evangélico?
– Como se comportar no culto evangélico
– O perigo dos cargos
– Como entender os desentendimentos dentro da igreja?
– Seu relacionamento com os demais membros
– Quanto, em dinheiro, entregarei na igreja?
– Quando o sofrimento bate à porta de um evangélico
– Entendendo por que nem todos são curados
– Evangélicos divorciados
– Ouvindo músicas não evangélicas
– Bebida alcoólica no copo de um crente?
– Nem todos falam línguas estranhas?!
– Evangélicos certos de vidas erradas
– Igreja pequena ou igreja grande?
– Excluindo membros - um mal necessário?
– Amigos e relacionamentos apenas com evangélicos?
– O que nos une é maior do que o que nos separa
– O evangélico e a morte – O que importa é ser salvo, ser você e ser feliz dentre outros capítulos.
Comprando este livro você estará abençoando e sendo abençoado. Há algo especial de Deus nele para você.
Um livro que fala de fé e de esperança.

Peça já o seu exemplar!

À VENDA NOS SEGUINTES LOCAIS:


* LIVRARIA DA IGREJA DE NOVA VIDA DE DUQUE DE CAXIAS.
Av. Presidente Tancredo Neves, 687 – Vila Itamaraty(Itatiaia) – D. de Caxias Tel./fax: (21) 3658-3200 E-mail: igreja@novavidacaxias.com.br


* Livrarias Celebrai do Shopping Center de Caxias. Rua Mariano Sendra dos Santos, SN - Duque de Caxias - RJ Quadra 4 - Loja 10 | Cel.: (21) 9346-7347 - Tel.:(21) 2671-6073

* LIVRARIA ITATIAIA NO UNIGRANRIO SHOPPING CAXIAS.
Rua Prof. José de Souza Herdy 1216. 25 de Agosto - Duque de Caxias. Tel. (21) 2671-2808


* EDITORA CONSELHO. Av. Eunice Gondin, 160, sala 206, Recreio dos Bandeirantes, RJ Tel. 3326-3844


COMPRE AGORA E RECEBA O LIVRO EM SUA CASA COM A SEGURANÇA DO pagseguro

Por apenas: R$ 19,99

Frete GRÁTIS para todo o Brasil

Através do pagSeguro você compra parcelado através dos principais cartões de crédito.
Compre também por telefone:(21) 99697-4191 e peça seu exemplar. Você vai recebê-lo na comodidade da sua casa, com total segurança e a credibilidade dos correios. Você pode comprar também por depósito bancário: Deposite o valor de R$ 19,99 na seguinte conta: Banco Santander: Agência: 4618 Conta Corrente: 01001027-8 Envie-nos e-mail constando a a data e a hora o depósito, seguido de seu endereço completo, com CEP e telefone para contato.

Você receberá em sua casa o livro SOU EVANGÉLICO, SOU FELIZ. Uma análise das principais questões da vida evangélica.

Você vai entender muito do que acorre dentro de uma igreja evangélica no Brasil. Vai ter a fé despertada, o amor a Cristo, à igreja e a você mesmo racionalizados e fortalecidos de forma simples mas, direta.

Não perca mais tempo! Investir em conhecimento é investir em você. Peça agora e seja muito abençoado pelo que vai ler e aprender.
UM LIVRO QUE TRATA DE FORMA PRÁTICA QUESTÕES VIVIDAS DENTRO DA IGREJA EVANGÉLICA.

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Que chegue o momento da morte!


A cada fim de um ciclo e o início de outro, deve ser motivo de muita reflexão. Eu tenho esta prática. Seja o fim de um dia e o início de outro, seja o fim de uma semana e o início de outra, como também o fim e o início de um mês, um ano, uma década, precisam ser acompanhados de íntima reflexão; um olhar para dentro de nós mesmos para sabermos o que fomos, o que representamos, o que queremos ser e o que queremos representar. Jesus disse para sermos o sal da Terra e a luz do mundo. Mas e se o sal se tornar sem sabor? E se a luz perder o brilho e a intensidade?

A vida na sociedade “moderna” tem levado as pessoas, cada vez mais, a pensarem em si mesmas, em seus projetos pessoais, ambiciosos e individualistas. Um culto extremista do corpo, da saúde e do sucesso tem feito seres consumidores no lugar de seres HUMANOS.

Jesus nos disse que precisamos morrer; morrer é a solução. Mas, como vem a ser esta morte? Esta morte tem um objetivo muito claro: produzir vida. "Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto." (João 12 : 24)

A semente precisa morrer para produzir frutos e conosco não é diferente. O que Deus quer de nós é um comprometimento com o chamado que Ele nos fez para o amarmos acima de todas as coisas e ao nosso próximo como se fosse nós mesmos. Isso significa abrir mão de coisas e prazeres para o bem comum, para o cumprimento da vida de Deus em mim. Se alguém não crê em Deus estando ao seu lado, você está morto, assim como Deus. Você é responsável por fazer um Deus vivo em alguém. Como isso é possível? Isso é possível quando deixamos de pensar apenas em nós, mas passamos a pensar também em quem está ao nosso redor.

Ir à igreja, levantar aos mãos, ser um dizimista em alguma congregação cristã, ser um homem de boas obras não é suficiente; é preciso morrer. Se eu não morro, não posso dar frutos. Posso até continuar vivo, mas ficarei só; entretanto se eu morrer, darei muitos frutos e viveremos para sempre sob os cuidados do jardineiro, do Éden, do Getsemani, da vida: Jesus Cristo. Que Ele nos regue com as límpidas águas do trono neste novo ciclo que se inicia amanhã. Um novo ano de transformação em nossa existência, com a gratidão da vida que nos dá até agora.

Gilberto Horácio

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

As marcas de um natal que precisa mudar.


O Natal é, sem dúvidas a festa mais celebrada por cristãos de todo o mundo. Embora o Natal, na sua origem, não tenha nenhuma ligação com o cristianismo, ele é um momento em que as famílias se mobilizam para estarem juntas. O aniversário de Jesus Cristo dificilmente foi no dia 25 de dezembro. Provavelmente Jesus nasceu em setembro, aproximadamente seis meses depois da Páscoa. Na data de 25 de dezembro era realizada uma velha festividade pagã de adoração ao Sol. A única coisa que mudou foi o nome. A origem da árvore de Natal vem da antiga Babilônia. Vem de Ninrode, neto de Cão, filho de Noé. Acreditava-se que ele ao morrer teria ressurgido na vida de uma árvore, um pinheiro que cresceu da noite para o dia. Todo ano ele viria na data de seu aniversário e deixava presentes no pinheiro.

Mas, a despeito da realidade da origem do natal, é uma data importante para repensarmos nossa vida como cristãos, como pais, como filhos, como amigos. Será que temos vivido nossa família? Será que temos vivido nossos amigos? Será que temos amado os outros como a nós mesmos? O Natal não é para comermos ou bebermos apenas, mas é muito mais confraternização entre as famílias e reflexão do que temos sido e vivido.

Será que basta viver uma vida longe de meus filhos, permitir que vejam minha vida de erro, meus piores exemplos de atitudes e em um dia de natal achar que uma frase em um cartão de presente vai curar as marcas de um passado? Se amassarmos uma folha de papel, ainda que venhamos a abri-la, jamais deixará de ser uma folha amassada. Se pregarmos pregos em uma tábua, e um dia quisermos retirar estes pregos novamente, jamais retiraremos as marcas que ali foram deixadas. O que podemos fazer é buscar a cura nas folhas que vem de Gileade, no remédio que tem em Gileade que é Jesus.
Por isso na noite de natal é um dia especial sim para refletirmos e, muito mais que isso, tomarmos a atitude de mudança. Mudar de atitude para conosco mesmo, mudar de atitude para com os amigos que estão fieis ao nosso lado. Eles valem ouro! Mudarmos de atitude para com os pais, irmãos, filhos.

A Bíblia diz que não existe maior amor do que este: de alguém dar a vida por outro. Pode parecer que este versículo fala de alguém morrer por alguém. Não! Não é isso que entendo nestas palavras. Não é dar a morte pela vida de alguém, é dar a própria vida por outra pessoa. Isso significa, por exemplo, uma mãe ou um pai abrir mão de seus próprios sonhos e possíveis ambições para ver a felicidade de um filho ou de uma filha. Conheço pais que não sabem se o filho ou a filha está ao menos com um prato de comida para comer, na verdade, nunca souberam o que é amar de verdade, nunca souberam o que é o verdadeiro amor. O verdadeiro amor não é egoísta com diz em I coríntios capítulo 13, não busca os seus interesses, não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

Conheço filhos que não reconhecem seus pais, e desconhecem, portanto o próprio Deus da Bíblia, que diz que temos que honrar pai e mãe para que se prolonguem nossos dias na terra, pois, é o primeiro mandamento com promessa. E neste contexto, o filho que diz que já tem dezoito anos e pode ser dono do nariz não conhece a Palavra de Deus, e o pai ou mãe que diz de igual modo que não tem mais responsabilidade sobre um filho ou filha que já fez dezoito anos também não tem conhecimento da Palavra de Deus. Para Deus não existe divisão de responsabilidades ou de amor ao se completar dezoito anos, ou qualquer idade; para Deus filho sempre será filho, mãe sempre será mãe, pai sempre será pai e irmão sempre será irmão. O que passa disso é procedência maligna.

O pai do filho pródigo realmente o amou. Ele poderia ter cinqüenta anos, e mesmo seu filho ter gastando parte de seus bens, o aceitou de volta para viver com tudo o que lhe restara.
E as amizades? Pessoas que vivem anos em função do amor que tem a outras, assim como Daví e Jônatas, e em determinados momentos da vida, se referem aos velhos amigos, apenas com uma mensagem em um cartão, um e-mail ou um “scrap” eletrônico em um site de relacionamentos qualquer.

Será que é esse o natal que queremos? O Natal do dia 25 de dezembro, onde era realizada uma festa pagã, um dia em que provavelmente Jesus não nasceu, ou em todos os dias do ano? Há desvios geralmente em famílias onde foi apresentado o papai-noel, no lugar de Jesus Cristo.

Poderíamos discorrer sobre muitos outros pontos delicados nos relacionamentos familiares e sociais que devem sofrer reflexão e mudança na vida das famílias, especialmente no natal, onde é celebrado o Cristo que Nasceu para nos salvar da condenação eterna. O Cristo que veio trazer TRANSFORMAÇÃO na vida dos homens. A Ele glória sempiterna amém!

Um Feliz Natal de reflexão e mudanças para todos!

"Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz." (Isaías 9 : 6)

Gilberto Horáco

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Guarda o teu coração do golpe!


Quando na guerra busca-se matar o inimigo, a todo o tempo o foco é o coração. Ao ser atingido o coração, dificilmente alguém consegue escapar com vida. O coração humano é o órgão responsável pelo percurso do sangue bombeado através de todo o organismo. Bate cerca de 100 000 vezes por dia, bombeando aproximadamente 7 500 litros de sangue.Neste tempo o órgão bombeia sangue suficiente, para percorrer todo o corpo nos sentidos de ida e volta, transportando assim, oxigênio e nutrientes necessários às células que sustentam nosso corpo.

Devido a esta fundamental importância para a vida do corpo humano, o coração deve receber nossa atenção especial. E em um ambiente de conflito, será ele o alvo principal. Em situações como essa, ele deve ser protegido.

Em nossa vida espiritual, não é diferente. A todo o tempo nosso coração é atacado. Não mais o coração físico, mas aquele abstrato, mas real, que também habita dentro de nós. Tristezas, decepções, angústias, ameaças, invejas, malícia, corrupção, e o pecado propriamente dito, tentam a todo o tempo atingir o nosso coração; pois é sabido também no reino espiritual, que atingido o nosso coração, certamente morreremos. Por isso, diz o provérbio: “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida; (Provérbios 4 : 23). É preciso que estejamos atentos às flechas lançadas contra nosso peito. Do nosso coração procedem as fontes de vida, de alegria, de esperança, de fé. A porta de entrada do coração são os olhos, são os ouvidos, são os pensamentos. É preciso ter vigilância.

O salmista escreveu este sentimento ao dizer: "Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti;" (Salmos 119 : 11). O salmista desejou guardar a Palavra de Deus em seu coração, para mantê-lo protegido das ameaças externas. E quantas ameaças diariamente são! Ameaças estas que podem ser uma palavra mal colocada por alguém, a vergonha por algum erro cometido no passado, uma decepção com os outros ou consigo mesmo e tantas outras.

Muitas serão as armas usadas pelos nossos inimigos para nos atingir. Uma pessoa triste e abatida não tem forças para lutar e muito menos para vencer, mas uma pessoa alegre é forte e vitoriosa, pois a alegria do Senhor é a nossa força. Portanto, se percebermos que o ataque está mais intenso e acabamos por ficar vulneráveis, rapidamente usamos a armadura Palavra de Deus para que o nosso coração esteja sempre firme e livre de qualquer golpe.

Lembre-se: não há como se distrair enquanto estamos na guerra! Nossa preocupação deve ser muito mais de se proteger do que atacar. Se você atacar a vida desprotegido, mais cedo ou mais tarde, infelizmente, será, sem esperar, atingido.

Gilberto Horácio

domingo, 5 de dezembro de 2010

O Raio X da Alma


Raios X são basicamente o mesmo que os raios de luz visíveis. Ambos são formas de ondas de energia eletromagnética . O raio x é mais usado pela Medicina, para visualizar imagens do interior do corpo humano, principalmente os ossos. Para o corpo, ele cumpre o seu papel. Mas a imagem que quero comentar agora não é visível. Parece loucura pensar em uma imagem que não é visível, mas ela existe. É a imagem que somente um pode ver: Deus.

Deus nos vê. Ele nos contempla; sabe o que se passa em nossa mente, ele sabe como está a nossa alma. Assim como um raio x, e com infinita clareza Deus sabe o que se passa em nosso interior.
Muito do que acontece em nosso interior, lá dentro do coração, acaba se exteriorizando em nós, através de um semblante triste, de lágrimas, de um olhar ou mesmo de grande contentamento. Foi assim com Jesus, quando seu suor tornou-se gotas de sangue, tamanha a aflição que sentia. E Jesus sofreu agonia por nós, exatamente para que nós não as sofrêssemos. E se Jesus já nos livrou do peso da angústia, por que sofreremos e nos angustiaremos?

Jesus disse: “Venham a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei”. O de onde vem este alívio? Da entrega e confiança de que nosso amanhã é sondado e conhecido por Deus, o próprio Deus, que nos criou e nos ama. E se nos ama, Ele nos guiará por caminhos eternos, caminhos que trafegam pela existência plena da paz.

A Bíblia diz que Deus não vê, como vê o homem. O homem vê o que está diante dos olhos, mas o Senhor olha para o coração. (I Samuel 16 : 7)

Nada podemos esconder da força do olhar de Deus. Nada. Tentei escolher algum versículo do salmo 139 que pudesse embasar a forma como o Senhor nos vê por completo, mas foi impossível escolher apenas um. Descobri que o salmo 139 é o detalhamento da certeza de que O Espírito Santo de Deus é o raio x de nossa alma, o raio x de verdadeiramente quem você e eu somos.

Portanto, precisamos entender que somos totalmente conhecidos de Deus, assim como uma carta lida, e, se somos lidos por Ele, temos certeza de que agirá em nosso favor, vendo em nós um coração sincero para com Ele, que cumpre os únicos mandamentos que Jesus deixou: amar a Deus sobre todas as coisas o próximo como se fossem nós mesmos. Se este amor for visto, esquadrinhado pelo Pai das Luzes em nosso coração, teremos a certeza de que Ele cuida e continuará cuidando e nós para sempre. "Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós." (I Pedro 5 : 7)

E lançar sobre Ele nossas ansiedades significa descansar, de joelhos se humilhar; ainda que não tivermos palavras, nossos joelhos se dobrarão diante daquele que tem o poder de nos ver e exaltar a todo aquele que se humilhar ou que for humilhado.

Portanto, que a certeza de que O Espírito Santo nos revela a Deus exatamente como somos nos faça confiar em seu infinito amor que nos fará sempre sentir sua doce presença nos momentos em que a força nos quiser faltar. Saiba Deus nos conhece e nos ama assim com somos. O seu amor é incondicional, um amor externado Nele através de sua infinita misericórdia e graça.


SALMO 139
1 SENHOR, tu me sondaste, e me conheces.
2 Tu sabes o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento.
3 Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos.
4 Não havendo ainda palavra alguma na minha língua, eis que logo, ó SENHOR, tudo conheces.
5 Tu me cercaste por detrás e por diante, e puseste sobre mim a tua mão.
6 Tal ciência é para mim maravilhosíssima; tão alta que não a posso atingir.
7 Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face?
8 Se subir ao céu, lá tu estás; se fizer no inferno a minha cama, eis que tu ali estás também.
9 Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar,
10 Até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá.
11 Se disser: Decerto que as trevas me encobrirão; então a noite será luz à roda de mim.
12 Nem ainda as trevas me encobrem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa;
13 Pois possuíste os meus rins; cobriste-me no ventre de minha mãe.
14 Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem.
15 Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra.
16 Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia.
17 E quão preciosos me são, ó Deus, os teus pensamentos! Quão grandes são as somas deles!
18 Se as contasse, seriam em maior número do que a areia; quando acordo ainda estou contigo.
19 Ó Deus, tu matarás decerto o ímpio; apartai-vos portanto de mim, homens de sangue.
20 Pois falam malvadamente contra ti; e os teus inimigos tomam o teu nome em vão.
21 Não odeio eu, ó SENHOR, aqueles que te odeiam, e não me aflijo por causa dos que se levantam contra ti?
22 Odeio-os com ódio perfeito; tenho-os por inimigos.
23 Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos.
24 E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.

Gilberto Horácio