SOU EVANGÉLICO, SOU FELIZ, UMA ANÁLISE DAS PRINCIPAIS QUESTÕES DA VIDA EVANGÉLICA

Por apenas: R$ 19,99 com FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL

UM LIVRO PARA ABENÇOAR A SUA VIDA.

Veja alguns capítulos que você vai encontrar neste livro.
– Ser evangélico
- Posso ser evangélico sem frequentar a igreja?
– Qual é a roupa de um evangélico?
– Como se comportar no culto evangélico
– O perigo dos cargos
– Como entender os desentendimentos dentro da igreja?
– Seu relacionamento com os demais membros
– Quanto, em dinheiro, entregarei na igreja?
– Quando o sofrimento bate à porta de um evangélico
– Entendendo por que nem todos são curados
– Evangélicos divorciados
– Ouvindo músicas não evangélicas
– Bebida alcoólica no copo de um crente?
– Nem todos falam línguas estranhas?!
– Evangélicos certos de vidas erradas
– Igreja pequena ou igreja grande?
– Excluindo membros - um mal necessário?
– Amigos e relacionamentos apenas com evangélicos?
– O que nos une é maior do que o que nos separa
– O evangélico e a morte – O que importa é ser salvo, ser você e ser feliz dentre outros capítulos.
Comprando este livro você estará abençoando e sendo abençoado. Há algo especial de Deus nele para você.
Um livro que fala de fé e de esperança.

Peça já o seu exemplar!

À VENDA NOS SEGUINTES LOCAIS:


* LIVRARIA DA IGREJA DE NOVA VIDA DE DUQUE DE CAXIAS.
Av. Presidente Tancredo Neves, 687 – Vila Itamaraty(Itatiaia) – D. de Caxias Tel./fax: (21) 3658-3200 E-mail: igreja@novavidacaxias.com.br


* Livrarias Celebrai do Shopping Center de Caxias. Rua Mariano Sendra dos Santos, SN - Duque de Caxias - RJ Quadra 4 - Loja 10 | Cel.: (21) 9346-7347 - Tel.:(21) 2671-6073

* LIVRARIA ITATIAIA NO UNIGRANRIO SHOPPING CAXIAS.
Rua Prof. José de Souza Herdy 1216. 25 de Agosto - Duque de Caxias. Tel. (21) 2671-2808


* EDITORA CONSELHO. Av. Eunice Gondin, 160, sala 206, Recreio dos Bandeirantes, RJ Tel. 3326-3844


COMPRE AGORA E RECEBA O LIVRO EM SUA CASA COM A SEGURANÇA DO pagseguro

Por apenas: R$ 19,99

Frete GRÁTIS para todo o Brasil

Através do pagSeguro você compra parcelado através dos principais cartões de crédito.
Compre também por telefone:(21) 99697-4191 e peça seu exemplar. Você vai recebê-lo na comodidade da sua casa, com total segurança e a credibilidade dos correios. Você pode comprar também por depósito bancário: Deposite o valor de R$ 19,99 na seguinte conta: Banco Santander: Agência: 4618 Conta Corrente: 01001027-8 Envie-nos e-mail constando a a data e a hora o depósito, seguido de seu endereço completo, com CEP e telefone para contato.

Você receberá em sua casa o livro SOU EVANGÉLICO, SOU FELIZ. Uma análise das principais questões da vida evangélica.

Você vai entender muito do que acorre dentro de uma igreja evangélica no Brasil. Vai ter a fé despertada, o amor a Cristo, à igreja e a você mesmo racionalizados e fortalecidos de forma simples mas, direta.

Não perca mais tempo! Investir em conhecimento é investir em você. Peça agora e seja muito abençoado pelo que vai ler e aprender.
UM LIVRO QUE TRATA DE FORMA PRÁTICA QUESTÕES VIVIDAS DENTRO DA IGREJA EVANGÉLICA.

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Lance as redes quantas vezes forem necessárias.



É realmente impossível andar na frente, olhando para trás. Depois de trabalhar a noite toda tentando pescar, sem nada conseguir pegar, Pedro, o discípulo de Jesus, ouviu dele o desafio: "Jogue as redes novamente ao mar, do outro lado do barco." 
"Lançaram-na, pois, e já não a podiam tirar, pela multidão dos peixes." João 21.6

Isso significa que ele creu na Palavra de Jesus e assim conquistou o milagre e o extraordinário de Deus. "Ora, a fé é a certeza das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem." Hebreus 11.1

O impossível nós conseguiremos se "esquecendo-nos das coisas que atrás ficam, avançarmos para as que estão diante de nós", na CERTEZA (FÉ) das coisas que esperamos e ainda não vemos, como já sendo conquistadas.

Jamais duvidar. Quem duvida é semelhante a um barco à deriva, levado pelo vento de um lugar para outro, sem rumo e sem direção. Quem crê, luta contra a esperança frustrada e não desanima jamais, tendo por certo aquilo que deseja, não importando o que as circunstâncias querem fazer aceitar. Isso para qualquer dificuldade, sonho ou desafio, sejam eles os mais difíceis que possam parecer.

Gilberto Horácio

quarta-feira, 2 de março de 2016

E quando você cair?


Quando alguém cai há uma preocupação imediata de todos ao redor para verificar se pessoa está bem. A queda pode machucar, causando fraturas ou danos a órgãos internos do corpo. Por isso devemos ter todo o cuidado para não cairmos. Porém, mesmo com todo o cuidado, vez por outra, caímos. Basta um tropeção, um escorregão e vamos ao chão.

Em nossa vida também é assim: mesmo com todo o cuidado, com toda a vigilância, com a extrema atenção que possamos manter, há momentos que caímos. Há a clássica parábola contada por Jesus sobre o filho pródigo, que pediu ao pai metade da herança que lhe era devida e foi para um lugar distante viver sua vida. Lá perdeu tudo o que tinha, ficou pobre, ao ponto de não ter o que comer até o dia que caiu em si,  lembrou que os empregados de seu pai viviam muito melhor do que a vida que ele estava levando, resolveu voltar e se humilhar. Lucas 15

Quantos de nós também não caímos em ilusões - as maldições das ilusões. Em algum momento achamos que em outro lugar, com outras pessoas, com outras roupas, com outro vocabulário, com outros comportamentos e atitudes, vamos viver melhor e nos frustramos, caímos. Talvez você esteja passando por isso agora. Acho que todos já passamos por isso em algum momento. Entretanto, as quedas podem muito ensinar. Aprender é a semente para o conhecimento. Conhecimento é a semente para mudanças de vida.

Pensemos que se uma maçã for colhida no pé, ela permanecerá maçã, mas quando cai ao chão, ainda que seja doloroso e a machuque, ela vai permitir que sua semente permaneça no solo até brotar e se tornar uma linda árvore.
Deus tem promessa para quando cairmos, para aqueles que  caíram ou estão caídos neste momento: "Ainda que caia, não ficará prostrado, pois o SENHOR o sustém com a sua mão." Salmo 37.24. E ainda:  "Levanta o pobre do pó, e do monturo levanta o necessitado" Salmo 113.7

Jesus sempre esteve e continua em busca dos caídos. Ele tinha e tem a mesma postura diante dos caídos: "Levanta e anda...""levanta e vai para tua casa...", "toma o teu leito e anda..." Sabe por quê? Porque Ele sabia que três vezes cairia levando nossa cruz ao calvário, e nas três vezes Ele se levantaria para poder garantir que todo homem que cai pode se levantar e andar novamente.

Toda a vigilância é necessária para não cairmos em ilusões, e suas maldições. Trilhar um caminho sob a luz da palavra de Deus é o caminho mais seguro: "Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra." Salmos 91.12

Mas saiba, que se algum dia você ou eu cairmos, o Cristo, estará de mãos estendidas, dizendo: -Levanta, vai para tua casa, anda, e estenda sua mão a todos os caídos que encontrar pelo caminho.

Deus abençoe a todos.

Gilberto Horácio


quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

A razão do possuir.


A Bíblia conta a história de um homem chamado Jó. Ele era um homem muito rico, que tinha uma grande família e muita saúde. De um instante para o outro, em uma fatalidade, morreram os seus filhos que tanto amava e cuidava, concomitantemente perdeu os seus bens da noite para o dia e não bastasse isso, adquiriu uma séria enfermidade, que cobriu todo o seu corpo. Diante de tantas tragédias em sua vida, Jó tinha tudo para buscar a morte e desistir, conferindo a Deus todas estas tragédias que, com ele, ocorreram. Mas, o que faz esta história surpreendente é que Jó suportou toda esta dor, continuou fiel à sua fé e ao seu Deus, superou as adversidades, e conquistou tudo de volta. Por ele ter sido fiel e íntegro, ter continuado o mesmo homem bom que sempre foi, Deus o ajudou a reconquistar tudo o que havia perdido.

Ao buscar mais informações sobre Jó, no livro que tem seu nome, na Bíblia Sagrada, para tentar entender um pouco mais sobre esse admirável homem, vi o quanto o capítulo 29 fala sobre seu caráter e dos motivos dele ser um vencedor. Vejamos o que a partir do versículo 12 registra o que ele disse: "eu livrava os pobres que clamavam e também o órfão que não tinha quem o socorresse... eu fazia rejubilar-se o coração da viúva...  Eu me fazia os olhos para o cego e de pés para o aleijado. Dos necessitados era pai e até a causa dos desconhecidos eu examinava... Os que me ouviam esperavam o meu conselho e guardavam silêncio para ouvi-lo. Havendo eu falado, não replicavam, as minhas palavras caíam sobre eles como orvalho. Esperavam-me como a chuva...Sorria-me para eles quando não tinham confiança e a luz do meu rosto não desprezavam. Eu lhes escolhia o caminho, assentava-me como chefe e habitava como rei entre as suas tropas, como quem consola os que pranteiam." Quando Jó teve sua sorte mudada, descrito no capítulo 42 e veja um detalhe interessante no versículo 10:  "Mudou o Senhor a sorte de Jó, QUANDO ESTE ORAVA PELOS SEUS AMIGOS, e o Senhor deu-lhe em dobro de tudo o que antes possuía.

O texto nos mostra, claramente, porque Deus amava tanto a este homem, a ponto dele ter sido eternizado através das Sagradas Escrituras. Era um homem rico, muito rico, mas não apenas de dinheiro, mas riquíssimo de bondade e possuidor de um coração que não cabia dentro do peito. Ele usava seu prestígio e seu dinheiro, não apenas para seu desfrute ou de seus familiares, mas antes do tudo ele era um homem que ajudava a todos: aos órfãos, às viúvas, aos doentes, aos esquecidos, aos injustiçados, aos sem confiança, sem esperança e aos sem direção. Ele mostra com sua vida a essência do entendimento pleno das razões pelas quais Deus acrescenta ao ser humano além do que precisa: É apenas para abençoar o nosso próximo, o nosso irmão.

Eis o segredo do amor: mais bem-aventurada dádiva é dar do que receber, porque quem dá, tem, quem recebe não possuía. Definitivamente o amor quando dividido se multiplicará, trazendo a graça, a misericórdia e as bênçãos de Deus sobre quem recebe, mas sobretudo sobre quem dá. É uma linguagem que o surdo consegue ouvir, o cego consegue ver e o único investimento que nunca irá à falência!

"Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança." 
Gálatas 5.22

Gilberto Horácio

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Não tenho ninguém


Jesus encontrou um homem, em Jerusalém, no Tanque de Betesda que estava enfermo há 38 anos. Acreditava-se que uma vez por ano, um anjo agitava a água daquele tanque e que a primeira pessoa enferma que entrasse na água seria curada. Este homem estava ali, provavelmente, todos estes anos aguardando a oportunidade de também conseguir ser o primeiro a entrar na água, após o aparecimento do anjo e ser curado. 

Jesus, vendo este homem deitado procurou conversar com ele. Jesus sempre se preocupava em conversar com as pessoas. Ele era aquele que procurava aqueles que estavam esquecidos, à margem da sociedade, desamparados e injustiçados. Ele era aquele que olhava nos olhos, que se importava com o sofrimento e a dor dos que enfrentavam suas mazelas. 

Jesus lhe perguntou: "Você quer ficar curado?" É obvio que Jesus sabia sua resposta e é óbvio que ele responderia sim. Mas aquele homem expôs ao mundo uma dor muito maior que sua enfermidade, aquela dor que ninguém vê, ou tocar, aquela dor que os remédios e médicos não podem curar, que é a dor de sua alma. Disse ele: "Senhor, não tenho ninguém que, quando a água é agitada, me ponha no tanque; mas, enquanto eu vou, desce outro antes de mim." João 5.7. 

Ele expôs a Jesus que muito pior do que sua enfermidade, era o fato dele estar sozinho. Não tinha ninguém por ele. Ninguém que se importasse, que se preocupasse, que o amasse. Jesus imediatamente o curou e ele foi anunciar até os últimos dias de sua vida que Jesus é o Filho de Deus, que cura e que liberta o homem no seu corpo e na sua alma. 

Certamente este homem posteriormente teve amigos, família e irmãos, contagiando-os por sua alegria. Mas, ainda que não os tivesse, estaria feliz da mesma forma porque agora ele tinha Jesus, o maior tesouro ele havia acabado de encontrar.

E você, meu amigo, talvez esteja se sentindo da mesma maneira: sozinho, sem ninguém que lhe carregue, sem ninguém que lhe ajude, que se importe, que se preocupe. Mas, uma coisa é certa: você pode também ter a certeza que há alguém que se comparece com a sua dor, alguém que se importa, te olha nos olhos e quer te ajudar: Jesus, o próprio Filho de Deus. Jesus está vivo. Ele é real. Ele é nosso amigo e nos ama, nos ajuda e deseja que sejamos seu instrumento de contar a todos que ele é Deus conosco.

Se você está só, sem ninguém como este homem esteve um dia, faça uma oração ao seu amigo Jesus, sempre presente, que te dará um novo começo em sua vida.

"Eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém. Mateus 28.20b

Gilberto Horacio



quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Não perca o sabor.



Jesus disse, certa vez, aos seus discípulos: "Vós sois o sal da terra; e se o sal for sem sabor, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se jogar fora, e ser pisado pelos homens. Mateus 5.13. 
Isso significa que enquanto salgar e tiver sabor, enquanto for útil, o sal terá o seu valor e será sempre requisitado. Entretanto, ao perder o sabor, o lixo será o destino final.

Isso acontece também em nossas vidas. Se perdermos o sabor, para nada mais prestaremos a não ser sermos lançados fora e pisados pelos homens. Nos hospitais, nas clínicas psiquiátricas, nas ruas, nos presídios, nas cracolândias, vemos muitas pessoas, que já foram "gente boa", gente legal, gente de brilho e que já não tem mais sabor, que já perderam a essência, e são pisadas pelos homens. Que triste situação. Então qual deve ser o nosso cuidado? A luta constante é para não perdermos o sabor, a essência, a missão de vida, o caminho traçado por Deus, sob condição de não nos tornarmos sem razão de ser, sem sabor, sem utilidade e assim também sermos "pisados" pela vida.

Gilberto Horácio

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Se morremos é porque vivemos


Teremos na próxima segunda-feira o feriado de finados. Estava refletindo sobre esta data.... Percebi que ela é muito importante sim. Nela paramos tudo e nos voltamos à reflexão sobre nossos parentes e amigos que já partiram. Esta reflexão é importante para lembrarmos que somos mortais e que a morte faz parte da vida. A final se morremos é porque vivemos. Esta consciência nos faz menos arrogantes, mais unidos e nos impede de preocupações com brigas e disputas. Com ela nos amamos mais e ao nosso próximo também. Percebemos que não somos donos de nada e apenas administramos, por um tempo, aquilo que Deus nos concedeu, que pertenceu a outros no passado, até que possa ser transferido aos próximos que nos sucederão, que nem mesmo conheceremos. 

O fato é que: "Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;" Eclesiastes 3.2. Plantados no nascimento, arrancados na morte. Mas o que importa são os frutos. " O fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.  Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito. Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros. Porque, se alguém cuida ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.  Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos" Gálatas 5.22,25,26 - 6.10

Já que estamos aqui de passagem, deixemos preparadas boas coisas para os que nos sucederão e almejemos com alegria a nossa tão esperada vida eterna \O/.
Faço minhas, as palavras do apóstolo Paulo que escreveu: "Segundo a minha intensa expectação e esperança, de que em nada serei confundido; antes, com toda a confiança, Cristo será, tanto agora como sempre, engrandecido no meu corpo, seja pela vida, seja pela morte.
Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho.
Mas, se o viver na carne me der fruto da minha obra, não sei então o que deva escolher. tendo desejo de partir, e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor. Mas julgo mais necessário, por amor de vós, ficar na carne." Filipenses 1.20-25

Vivamos em paz, sabendo que a sepultura é apenas uma etapa de nascer, crescer, envelhecer e morrer. Mas com a certeza de que a sepultura não é o fim. A vida eterna nos espera e ela será muito melhor ;)

"Porque foi para isto que morreu Cristo, e ressurgiu, e tornou a viver, para ser Senhor, tanto dos mortos, como dos vivos.  Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor." Romanos 14,8,7

Gilberto Horácio

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Jesus está contratando.


Jesus contou uma parábola, certa vez, que um homem, pai de família, saiu de madrugada a contratar trabalhadores para a sua vinha. E, ajustando com os trabalhadores o valor do pagamento por um dia de trabalho, mandou-os para a sua vinha.
E, saindo perto das nove horas da manhã viu outros que estavam ociosos na praça,
E disse-lhes: Ide vós também para a vinha, e dar-vos-ei o que for justo. E eles foram.
Saindo outra vez, perto do meio-dia e três da tarde, fez o mesmo.
E, saindo perto das dezoito horas encontrou outros que estavam ociosos, e perguntou-lhes: Por que estais ociosos todo o dia?
Disseram-lhe eles: Porque ninguém nos contratou. Diz-lhes ele: Ide vós também para a vinha, e recebereis o que for justo.

Acredite você: Jesus terminou esta parábola dizendo que o pai de família pagou o mesmo salário para todos os trabalhadores. Tanto para os primeiros contratados que trabalharam o dia todo como para os que estavam esquecidos e sem ninguém que os contratassem, e que foram convocados apenas do fim da tarde. Jesus ensinou que os últimos podem ser os primeiros e que os primeiros podem ser os últimos.

Quantas vezes também nos sentimos assim. Uma sensação de que todos avançam e nós estamos parados, esquecidos, ociosos e até desamparados. Na verdade, não fomos "contratados". Quantos já estão muito a nossa frente e nós fomos deixados para trás. Todos já trabalham desde cedo, outros desde as nove horas, ou meio-dia ou  as três da tarde  e nós não fomos "aproveitados".

Há ocasiões em que você fica realmente à beira da praça, mas parece invisível. À margem da vida, à margem do cotidiano, à margem das "contratações" e parece já não acreditar também em si mesmo. Para a empresa não serve mais, para a família não é mais útil, para a comunidade não mais representa, e até para a igreja se tornou dispensável.

Mas há algo muito especial no que Jesus ensinou que este pai de família fez: Ele contratou a todos. Oh! profundidade das riquezas desta certeza de que Jesus é o dono desta vinha. Sim. É Ele. E embora muitos já estejam trabalhando e você tenha a sensação de que ficou para trás, de que não pode mais alcançá-los, de que você foi completamente esquecido, substituído como  um objeto,  e ocioso vê o sucesso de todos no mais completo abandono, sem trabalho, sem salário, sem esperança, você será contratado por Jesus. Jesus nos chama, Ele nos contrata, Ele nos aproveita, Ele nos recebe, Ele sabe o nosso verdadeiro valor, porque Ele ama sem distinção, Ele perdoa o mais horrível parecer. Com Ele temos trabalho, com Ele temos salário. Isso mesmo, há uma salário para você.

É possível que se levante alguém que diga, como continuou a parábola: "Estes últimos trabalharam só uma hora, e tu os igualaste conosco, que suportamos a fadiga e o calor do dia?" Saiba que Jesus a este questionamento já deu uma resposta: Jesus já disse a todo o mundo que te abandonou: "Toma o que é teu, e retira-te; eu quero dar a este último tanto como a ti. Ou é mau o teu olho porque eu sou bom?  Assim os últimos serão primeiros, e os primeiros os últimos"

Que Deus te abençoe e te guarde e saiba que você tem contrato, Jesus te contrata. Jesus te aceita, porque você tem exatamente o mesmo valor de todos os trabalhadores, sem qualquer distinção.

Gilberto Horácio
Inspiração do Capítulo 20 de Mateus.


terça-feira, 11 de agosto de 2015

Segunda Igreja Batista do Gramacho


Divulgação do Livro Sou Evangélico, Sou Feliz!

Igreja Missionária Vida e Fé


Divulgação do Livro Sou Evangélico, Sou Feliz!

Comunidade Cristã Paz e Vida - Rio de Janeiro


Divulgação do Livro Sou Evangélico, Sou Feliz!

Igreja Evangélica Palavra Fiel


Divulgação do Livro Sou Evangélico, Sou Feliz!

Igreja Evangélica Palavra Fiel


Divulgação do Livro Sou Evangélico, Sou Feliz!

Igreja Batista de Piabetá


Divulgação do Livro Sou Evangélico, Sou Feliz!

Igreja de Nova Vida - Anchieta


Divulgação do Livro Sou Evangélico, Sou Feliz!

Comunidade Evangélica Ramá


Divulgação do Livro Sou Evangélico, Sou Feliz!

Igreja Batista Fonte da Vida


Divulgação do Livro Sou Evangélico, Sou Feliz!

Igreja Batista Engenho do Porto

 

Divulgação do Livro Sou Evangélico, Sou Feliz!

Igreja Batista do Parque Lafaiete


Divulgação do Livro Sou Evangélico, Sou Feliz!

Ministério Pão da Vida - Olavo Bilac


Divulgação do Livro Sou Evangélico, Sou Feliz!

Ministério Pão da Vida


Divulgação do Livro Sou Evangélico, Sou Feliz!