SOU EVANGÉLICO, SOU FELIZ, UMA ANÁLISE DAS PRINCIPAIS QUESTÕES DA VIDA EVANGÉLICA

Por apenas: R$ 19,99 com FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL

UM LIVRO PARA ABENÇOAR A SUA VIDA.

Veja alguns capítulos que você vai encontrar neste livro.
– Ser evangélico
- Posso ser evangélico sem frequentar a igreja?
– Qual é a roupa de um evangélico?
– Como se comportar no culto evangélico
– O perigo dos cargos
– Como entender os desentendimentos dentro da igreja?
– Seu relacionamento com os demais membros
– Quanto, em dinheiro, entregarei na igreja?
– Quando o sofrimento bate à porta de um evangélico
– Entendendo por que nem todos são curados
– Evangélicos divorciados
– Ouvindo músicas não evangélicas
– Bebida alcoólica no copo de um crente?
– Nem todos falam línguas estranhas?!
– Evangélicos certos de vidas erradas
– Igreja pequena ou igreja grande?
– Excluindo membros - um mal necessário?
– Amigos e relacionamentos apenas com evangélicos?
– O que nos une é maior do que o que nos separa
– O evangélico e a morte – O que importa é ser salvo, ser você e ser feliz dentre outros capítulos.
Comprando este livro você estará abençoando e sendo abençoado. Há algo especial de Deus nele para você.
Um livro que fala de fé e de esperança.

Peça já o seu exemplar!

À VENDA NOS SEGUINTES LOCAIS:


* LIVRARIA DA IGREJA DE NOVA VIDA DE DUQUE DE CAXIAS.
Av. Presidente Tancredo Neves, 687 – Vila Itamaraty(Itatiaia) – D. de Caxias Tel./fax: (21) 3658-3200 E-mail: igreja@novavidacaxias.com.br


* Livrarias Celebrai do Shopping Center de Caxias. Rua Mariano Sendra dos Santos, SN - Duque de Caxias - RJ Quadra 4 - Loja 10 | Cel.: (21) 9346-7347 - Tel.:(21) 2671-6073

* LIVRARIA ITATIAIA NO UNIGRANRIO SHOPPING CAXIAS.
Rua Prof. José de Souza Herdy 1216. 25 de Agosto - Duque de Caxias. Tel. (21) 2671-2808


* EDITORA CONSELHO. Av. Eunice Gondin, 160, sala 206, Recreio dos Bandeirantes, RJ Tel. 3326-3844


COMPRE AGORA E RECEBA O LIVRO EM SUA CASA COM A SEGURANÇA DO pagseguro

Por apenas: R$ 19,99

Frete GRÁTIS para todo o Brasil

Através do pagSeguro você compra parcelado através dos principais cartões de crédito.
Compre também por telefone:(21) 99697-4191 e peça seu exemplar. Você vai recebê-lo na comodidade da sua casa, com total segurança e a credibilidade dos correios. Você pode comprar também por depósito bancário: Deposite o valor de R$ 19,99 na seguinte conta: Banco Santander: Agência: 4618 Conta Corrente: 01001027-8 Envie-nos e-mail constando a a data e a hora o depósito, seguido de seu endereço completo, com CEP e telefone para contato.

Você receberá em sua casa o livro SOU EVANGÉLICO, SOU FELIZ. Uma análise das principais questões da vida evangélica.

Você vai entender muito do que acorre dentro de uma igreja evangélica no Brasil. Vai ter a fé despertada, o amor a Cristo, à igreja e a você mesmo racionalizados e fortalecidos de forma simples mas, direta.

Não perca mais tempo! Investir em conhecimento é investir em você. Peça agora e seja muito abençoado pelo que vai ler e aprender.
UM LIVRO QUE TRATA DE FORMA PRÁTICA QUESTÕES VIVIDAS DENTRO DA IGREJA EVANGÉLICA.

domingo, 23 de dezembro de 2012

O mundo acabou também.




O ano está terminando. O mundo não acabou em 2012, como apontava o calendário maia, mas o ano está acabando. Há pessoas que realmente desejavam que o mundo tivesse acabado, acreditando que seria o fim de seus sofrimentos. Mas, perceberam que o controle de nossa existência continua totalmente fora da capacidade  da compreensão humana.

Este mundo fisicamente acabou para aqueles que partiram dele, para aqueles que já se foram, aqueles que já morreram. Mas, o mundo em si, como o conhecemos continuará existindo até quando for a vontade do Deus Criador, que o fez, segundo sua incompreensível onisciência e o seu indescritível poder.

No livro de Eclesiastes capítulo 3, versículos 14 e 15, da Bíblia Sagrada está escrito: “Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar; e isto faz Deus para que haja temor diante dele.
O que é, já foi; e o que há de ser, também já foi; e Deus pede conta do que passou.”

O que parece ser uma grande novidade hoje já foi em tempos passados. Os recursos naturais presentes na Terra que utilizamos foram utilizados pelos que vieram antes de nós e serão utilizados também por aqueles que nos sucederão.

O que dizemos que são nossos bens, serão bens de pessoas que ainda não vieram a existir, pessoas que ainda não possuem nomes, que construirão seus sonhos e suas histórias no mesmo pedaço de chão que pisamos hoje, e que com uma folha de papel dizemos que nos pertence por direito. Na verdade tudo pertence a Deus, vem d’Ele e sera eternamente d’Ele. O que fazemos é apenas utilizar por um espaço de tempo. Assim como os maias utilizaram, essa é a nossa vez. O que será depois de nós? Somente o Deus Criador o sabe.

Portanto, deixemos apenas um mundo acabar dentro de nós: o mundo das maldades, das incertezas, das frustrações,  das injustiças, das tristezas, das coisas desprezíveis e passageiras as quais quem as matou, passou a viver um outro mundo muito mais substancial, o qual não se baseia em matéria, mas na esperança, na fé, na vida, na alegria do Espírito Santo. Ainda na bondade, fraternidade não fingida, na misericórdia, no perdão e sobretudo no amor, o qual quem escolhe como único bem e tesouro recebe a vida eterna através do cumprimento implícito de todos os mandamentos, e consequentemente a vida eterna ao lado de Jesus Cristo o Filho de Deus.

Feliz Natal e Feliz 2013. Que seja um ano que vivamos como recém-nascidos em busca de um digno e feliz novo mundo para todos.

"DO SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam." (Salmos 24.1)

Gilberto Horácio

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Cuidado com o que te oferecem a comer.



A tradição do direito de primogenitura é a entrega ao filho mais velho, aquele primeiro nascido, o domínio e o controle sobre a herança da família quando ocorrer a morte dos pais.

A Bíblia nos apresenta muitos textos mencionando a primogenitura. Entretanto, nada mais marcante do que o episódio de Esaú e Jacó. Gêmeos, filhos de Isaque, filho do grande e poderoso Abraão.

O texto bíblico de Gênesis 25 narra que Esaú era primogênito de Isaque e Rebeca, visto que na hora do parto Esaú nasceu primeiro que Jacó e portanto tinha em seu futuro a posse garantida de todos os bens pertencentes a seu pai. Mas, em um determinado dia voltava do trabalho no campo com tamanha fome que estava a ponto de morrer, quando viu que seu irmão, Jacó, fazia um guisado de lentilhas.

Ao pedir ao seu irmão para que lhe desse a comer do guisado teve uma condição imposta por ele. Jacó lhe daria seu guisado, se Esaú abrisse mão do seu direito de primogenitura. Tamanha era a fome de Esaú, que deixou-se levar por algo temporal e momentâneo que era o prazer de saborear instintivamente aquele alimento; assim, abriu mão de sua primogenitura, comeu do guisado e saciou sua fome.

Ao estar livre de sua fome quase mortal, Esaú percebeu o erro que cometera. Ele trocou algo eterno e duradouro, trocou seu futuro e sua herança eterna por algo passageiro e finito.

Mas, já não havia mais como voltar atrás, tamanha a seriedade que jurara a seu irmão que lhe daria a sua primogenitura.

“E Jacó deu pão a Esaú e o guisado de lentilhas; e ele comeu, e bebeu, e levantou-se, e saiu. Assim desprezou Esaú a sua primogenitura. (Gênesis 25.34)

Veja o risco que corremos a todo o tempo de nossas vidas. A todo o momento somos confrontados com ofertas de coisas passageiras e temporais, coisas de satisfação momentânea que tentam tirar de nós aquilo que é nosso direito: a herança da salvação eterna, como também de uma vida abundante e de paz, de uma vida em comunhão com o próprio Deus.

 Quantas pessoas aceitaram a proposta de trocar sua vida religiosa e seus princípios cristãos que lhe asseguravam a vida e a felicidade verdadeira por coisas passageiras. Tais coisas se passaram, mas suas primogenituras, pureza, sonhos, esperança, fé, paz, família, felicidade... e tantas outras coisas,  foram perdidas.

Pedro escreveu: “Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;” (I Pedro 5. 8) 

Devemos estar atentos onde estamos colocando os nossos pés, com quem estamos nos envolvendo e ainda mais, o que estamos aceitando como troca por nossas vidas. Pensemos e criteriosamente  analisemos as alianças, que porventura estão nos propondo. Vigiar é orientação bíblica e  proteção  para que não choremos amargamente por uma escolha frustrada, deixando aquilo ou aqueles que realmente eram nosso verdadeiro patrimônio, por um simples prato de lentilhas ou quem sabe, trinta moedas de prata.


Gilberto Horácio