SOU EVANGÉLICO, SOU FELIZ, UMA ANÁLISE DAS PRINCIPAIS QUESTÕES DA VIDA EVANGÉLICA

Por apenas: R$ 19,99 com FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL

UM LIVRO PARA ABENÇOAR A SUA VIDA.

Veja alguns capítulos que você vai encontrar neste livro.
– Ser evangélico
- Posso ser evangélico sem frequentar a igreja?
– Qual é a roupa de um evangélico?
– Como se comportar no culto evangélico
– O perigo dos cargos
– Como entender os desentendimentos dentro da igreja?
– Seu relacionamento com os demais membros
– Quanto, em dinheiro, entregarei na igreja?
– Quando o sofrimento bate à porta de um evangélico
– Entendendo por que nem todos são curados
– Evangélicos divorciados
– Ouvindo músicas não evangélicas
– Bebida alcoólica no copo de um crente?
– Nem todos falam línguas estranhas?!
– Evangélicos certos de vidas erradas
– Igreja pequena ou igreja grande?
– Excluindo membros - um mal necessário?
– Amigos e relacionamentos apenas com evangélicos?
– O que nos une é maior do que o que nos separa
– O evangélico e a morte – O que importa é ser salvo, ser você e ser feliz dentre outros capítulos.
Comprando este livro você estará abençoando e sendo abençoado. Há algo especial de Deus nele para você.
Um livro que fala de fé e de esperança.

Peça já o seu exemplar!

À VENDA NOS SEGUINTES LOCAIS:


* LIVRARIA DA IGREJA DE NOVA VIDA DE DUQUE DE CAXIAS.
Av. Presidente Tancredo Neves, 687 – Vila Itamaraty(Itatiaia) – D. de Caxias Tel./fax: (21) 3658-3200 E-mail: igreja@novavidacaxias.com.br


* Livrarias Celebrai do Shopping Center de Caxias. Rua Mariano Sendra dos Santos, SN - Duque de Caxias - RJ Quadra 4 - Loja 10 | Cel.: (21) 9346-7347 - Tel.:(21) 2671-6073

* LIVRARIA ITATIAIA NO UNIGRANRIO SHOPPING CAXIAS.
Rua Prof. José de Souza Herdy 1216. 25 de Agosto - Duque de Caxias. Tel. (21) 2671-2808


* EDITORA CONSELHO. Av. Eunice Gondin, 160, sala 206, Recreio dos Bandeirantes, RJ Tel. 3326-3844


COMPRE AGORA E RECEBA O LIVRO EM SUA CASA COM A SEGURANÇA DO pagseguro

Por apenas: R$ 19,99

Frete GRÁTIS para todo o Brasil

Através do pagSeguro você compra parcelado através dos principais cartões de crédito.
Compre também por telefone:(21) 99697-4191 e peça seu exemplar. Você vai recebê-lo na comodidade da sua casa, com total segurança e a credibilidade dos correios. Você pode comprar também por depósito bancário: Deposite o valor de R$ 19,99 na seguinte conta: Banco Santander: Agência: 4618 Conta Corrente: 01001027-8 Envie-nos e-mail constando a a data e a hora o depósito, seguido de seu endereço completo, com CEP e telefone para contato.

Você receberá em sua casa o livro SOU EVANGÉLICO, SOU FELIZ. Uma análise das principais questões da vida evangélica.

Você vai entender muito do que acorre dentro de uma igreja evangélica no Brasil. Vai ter a fé despertada, o amor a Cristo, à igreja e a você mesmo racionalizados e fortalecidos de forma simples mas, direta.

Não perca mais tempo! Investir em conhecimento é investir em você. Peça agora e seja muito abençoado pelo que vai ler e aprender.
UM LIVRO QUE TRATA DE FORMA PRÁTICA QUESTÕES VIVIDAS DENTRO DA IGREJA EVANGÉLICA.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Como ter uma vida longa.


A medicina evoluiu, especialistas surgiram, e muito se avançou em busca de uma vida mais duradoura e saudável. É um desejo antigo do ser humano, prolongar a vida, retardar o envelhecimento. Hoje, com o conhecimento adquirido, sabe-se que uma boa alimentação aliada a exercícios regulares, e uma vida sem estresse pode aumentar os anos que uma pessoa viverá. Entretanto, acredito que, apenas a qualidade de vida será ampliada até que se atinja a idade que a maioria morrerá, em um máximo em torno dos oitenta, noventa ou cem anos, exatamente como menciona o Salmo 90, versículo 10: “Os dias da nossa vida chegam a setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o orgulho deles é canseira e enfado, pois cedo se corta e vamos voando."

Acontece que, há algo que pode jogar ao chão todo esse cuidado para se obter a tão sonhada longevidade: um mandamento bíblico. Deus deu ao homem a ordem de: honrar pai e mãe. Vejamos o que está escrito em Êxodo 20 : 12: "Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR teu Deus te dá."

Segundo escreveu o apóstolo Paulo, este inclusive é o primeiro mandamento com promessa. "Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa;" (Efésios 6 : 2). A promessa é exatamente esta, a de viver muitos dias na terra.

Você já deve ter conhecido alguém que não era uma pessoa cuidadosa com a saúde, mas morreu velho e farto de dias e talvez se pergunte como isso é possível. Em muitos destes casos, ainda que não notemos, há o agir de um mover de Deus cumprindo sua promessa de prolongar a vida de alguém que honra o pai e a mãe.

Ouvi recentemente alguém falar sobre um senhor que fazia uma trilha ecológica com seus oitenta anos. Ele foi interrogado para contar como conseguiu chegar à alta idade, com tamanha saúde. Sua resposta foi firme e com um sorriso no rosto. Disse ele: “não sei bem explicar, só sei que na bíblia está escrito que eu deveria honrar pai e mãe para que meus dias fossem prolongados e assim eu fiz”.

Vivemos dias em que os filhos não querem mais respeitar, ouvir e acatar seus pais e por isso temos visto uma verdadeira abreviação da vida de muitos jovens. Vidas ceifadas por quebrarem um princípio eterno. É óbvio que nem todo pai ou mãe são dignos de serem honrados, mas mesmo neste caso deve-se buscar um agir de Deus, de tal forma, que se honre e se colha o melhor desta terra.

Se você já não tem mais seus pais vivos, aplique este conceito ao esposo, esposa, filhos, e a qualquer pessoa que seja, a fim de que a honra dada seja retornada a você também.

A despeito do que muitos pensam, não existe idade e nem estado cível para honrar ou deixar de honrar pai e mãe. Isto se dá, simplesmente pelo fato de não existir ex-mãe e ex-pai, de forma que por toda uma vida devemos amar e ser submissos a nossos pais, honrando-os sempre.

Pode existir ex-amigo, ex-esposo, ou esposa, ex-noiva ou noivo, ex-namorado, ex-padrão, mas jamais existirá ex-pai ou ex-mãe. Então faça prova e honre seus pais e experimente uma vida inteira para viver o melhor de Deus.

Gilberto Horácio

domingo, 13 de março de 2011

Identidade.


Todas as pessoas possuem uma identidade que as qualificam como únicas. O nome de alguém não é uma identificação segura, visto que, é comum encontrarmos pessoas homônimas, mas a identidade tem esta finalidade de, realmente, definir a identificação de alguém.

Entretanto, um número de documento não pode dizer nada sobre alguém. É apenas um número. O que identifica uma pessoa são suas capacidades de manterem-se fiéis ao que são na essência, no que acreditam, no que praticam, no que vivem.

Há pessoas que, hoje estão em uma religião e amanhã em outra. Pessoas que, hoje estão apaixonadas por alguém ao ponto se casar e dentro de pouco tempo estão odiando a mesma pessoa que dizia amar, por julgar já ter outro amor.

Como entender alguém que a cada dia torce por um time, que a cada época gosta e consome um estilo musical diferente, dizendo ser o gênero musical de sua vida?

Hoje amo o verde, amanhã o amarelo é a minha cor predileta. Hoje, creio assim, e amanhã qualquer vento de doutrina me leva a lugares distantes, como o vento leva as ondas do mar.

É triste ver pessoas que, um dia edificaram minha vida com mensagens maravilhosas nos púlpitos da vida, que elevaram-me a Deus, com canções espirituais e cheias de fé e hoje cantam canções vazias nas mesas de uma esquina qualquer.

Esta reflexão me faz pensar na importância de delinearmos nossas fronteiras, definirmos em nós, identificarmos talvez, a nossa identidade.

Qual é a minha identidade? Qual sua identidade? É óbvio que posso mudar meu pensar ao longo da vida sobre alguns temas, mas uma identidade deve ser preservada coerente dentro de mim, em minhas ações e em minha vida.

Será que daqui a vinte anos ao olharem para mim e para você, será possível perceber as marcas, as características de alguém bem definido no que é?

Não troque seus valores por novidades vendidas por qualquer moeda que amanhã não terão significado algum sobre sua vida.

A Bíblia ensina que Daniel, um judeu, escravo na Babilônia, não quis se contaminar com as práticas dos babilônios e Deus o fez prosperar em tudo o que fazia, por preservar sua identidade.

"E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar.
Ora, Deus fez com que Daniel achasse graça e misericórdia diante do chefe dos eunucos. " (Daniel 1:8,8)

Aquele que tem uma identidade, alcança a graça e a confiança de Deus e das pessoas.

Sejamos únicos... sejamos... nós.

"Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido," (II Timóteo 3 : 14).

Gilberto Horácio

quarta-feira, 2 de março de 2011

Não provoque tempestades.

Quando não estamos no centro da vontade de Deus, nós trazemos problemas para quem está ao nosso redor, porque nós provocamos tempestades. A Bíblia apresenta esta realidade através da história do profeta Jonas. O livro de Jonas possui quatro capítulos e narra a própria história, quando ordenado, por Deus, para pregar à grande cidade de Nínive, capital da Assíria, ele foge para outro lugar, Tarsis, em um navio, não querendo que seus inimigos fossem salvos, visto que a Assíria era inimiga dos israelitas. Deus planejava destruir Nínive, mas antes de qualquer execução enviou o profeta Jonas, afim de que os Ninivitas se convertessem.

Ao fugir Jonas no navio, Deus levantou uma grande tempestade, que atingiu a embarcação, ameaçando a vida e trazendo grande transtorno e ameaça de morte para todos os passageiros e marinheiros. Jonas estava querendo fugir para um lugar distante, e quantas vezes diante de problemas que nos assustam, pensamos em fugir para o lugar mais distante possível. Ao ser jogado no mar e engolido, por possivelmente, uma baleia, ele clamou a Deus em uma oração, e Deus o livrou da morte. Mesmo assim, aos surgirem novas dificuldades em sua vida, agora na caminhada no deserto, após pregar em Ninive, e ver que seus inimigos se converteram a Deus, através de sua pregação, Jonas desejou a morte, queria morrer. E quantas vezes diante de dificuldades que se colocam diante de nossas vidas, muitos também desejam a morte, como solução.


Jonas lamentou ao ver uma planta que lhe fazia sombra, murchar e morrer, mas não havia se compadecido de mais de cento e vinte mil Ninivitas, mulheres e crianças que morreriam se ele não tivesse obedecido a Deus e ido pregar em Nínive. E quantos de nós também não valorizamos mais às coisas do que as pessoas? O maior bem que existe é a vida, a qual temos graciosamente da parte de Deus, de forma que devemos valorizar cada pessoa que vive à nossa volta.


Jonas, na verdade, desejava o mal aos ninivitas ao invés de desejar o bem. Se quisermos o bem e a felicidade nesta vida, devemos, não apenas desejar, mas fazer o bem às pessoas, e nunca o mal. Lembrando-nos do que diz Provérbios 17:13: “Quanto àquele que paga o bem com o mal, não se apartará o mal da sua casa." Escrevamos em nossos corações o que o apóstolo Paulo escreveu aos Romanos no capítulo 12, versículo 21: "Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem."


Se obedecermos a Deus, amarmos às pessoas assim como amamos a nós mesmos, não fugirmos dos problemas e desejarmos e praticarmos o bem, seremos muito mais que bem-aventurados nesta terra.


Gilberto Horacio