SOU EVANGÉLICO, SOU FELIZ, UMA ANÁLISE DAS PRINCIPAIS QUESTÕES DA VIDA EVANGÉLICA

Por apenas: R$ 19,99 com FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL

UM LIVRO PARA ABENÇOAR A SUA VIDA.

Veja alguns capítulos que você vai encontrar neste livro.
– Ser evangélico
- Posso ser evangélico sem frequentar a igreja?
– Qual é a roupa de um evangélico?
– Como se comportar no culto evangélico
– O perigo dos cargos
– Como entender os desentendimentos dentro da igreja?
– Seu relacionamento com os demais membros
– Quanto, em dinheiro, entregarei na igreja?
– Quando o sofrimento bate à porta de um evangélico
– Entendendo por que nem todos são curados
– Evangélicos divorciados
– Ouvindo músicas não evangélicas
– Bebida alcoólica no copo de um crente?
– Nem todos falam línguas estranhas?!
– Evangélicos certos de vidas erradas
– Igreja pequena ou igreja grande?
– Excluindo membros - um mal necessário?
– Amigos e relacionamentos apenas com evangélicos?
– O que nos une é maior do que o que nos separa
– O evangélico e a morte – O que importa é ser salvo, ser você e ser feliz dentre outros capítulos.
Comprando este livro você estará abençoando e sendo abençoado. Há algo especial de Deus nele para você.
Um livro que fala de fé e de esperança.

Peça já o seu exemplar!

À VENDA NOS SEGUINTES LOCAIS:


* LIVRARIA DA IGREJA DE NOVA VIDA DE DUQUE DE CAXIAS.
Av. Presidente Tancredo Neves, 687 – Vila Itamaraty(Itatiaia) – D. de Caxias Tel./fax: (21) 3658-3200 E-mail: igreja@novavidacaxias.com.br


* Livrarias Celebrai do Shopping Center de Caxias. Rua Mariano Sendra dos Santos, SN - Duque de Caxias - RJ Quadra 4 - Loja 10 | Cel.: (21) 9346-7347 - Tel.:(21) 2671-6073

* LIVRARIA ITATIAIA NO UNIGRANRIO SHOPPING CAXIAS.
Rua Prof. José de Souza Herdy 1216. 25 de Agosto - Duque de Caxias. Tel. (21) 2671-2808


* EDITORA CONSELHO. Av. Eunice Gondin, 160, sala 206, Recreio dos Bandeirantes, RJ Tel. 3326-3844


COMPRE AGORA E RECEBA O LIVRO EM SUA CASA COM A SEGURANÇA DO pagseguro

Por apenas: R$ 19,99

Frete GRÁTIS para todo o Brasil

Através do pagSeguro você compra parcelado através dos principais cartões de crédito.
Compre também por telefone:(21) 99697-4191 e peça seu exemplar. Você vai recebê-lo na comodidade da sua casa, com total segurança e a credibilidade dos correios. Você pode comprar também por depósito bancário: Deposite o valor de R$ 19,99 na seguinte conta: Banco Santander: Agência: 4618 Conta Corrente: 01001027-8 Envie-nos e-mail constando a a data e a hora o depósito, seguido de seu endereço completo, com CEP e telefone para contato.

Você receberá em sua casa o livro SOU EVANGÉLICO, SOU FELIZ. Uma análise das principais questões da vida evangélica.

Você vai entender muito do que acorre dentro de uma igreja evangélica no Brasil. Vai ter a fé despertada, o amor a Cristo, à igreja e a você mesmo racionalizados e fortalecidos de forma simples mas, direta.

Não perca mais tempo! Investir em conhecimento é investir em você. Peça agora e seja muito abençoado pelo que vai ler e aprender.
UM LIVRO QUE TRATA DE FORMA PRÁTICA QUESTÕES VIVIDAS DENTRO DA IGREJA EVANGÉLICA.

domingo, 25 de julho de 2010

Amigos? É simples assim.

Nós temos um grande amigo que é Jesus. Ainda que todos venham a nos abandonar, esse amigo permanecerá ao nosso lado, porque Ele nos ama e, as verdadeiras amizades são necessariamente constituídas de amor. Não existe maior amor do que este, de alguém dar a sua vida por seu amigo. Eu entendo o “dar a vida” não apenas morrer por alguém que se ama, mas principalmente viver por alguém que se ama. Gastar tempo com as pessoas que amamos, aplicar nossos recursos, intelecto e carinho para com as pessoas que queremos manter por perto como verdadeiras amigas.

Lembro-me que a todo tempo tenho que amar os amigos porque destes na hora da angústia nascerão verdadeiros irmãos.

Ninguém pode caminhar sozinho nesta vida, é preciso que estejamos em pelo menos dois na estrada da vida. Se um cair, o outro o levantará. É preciso ter alguém do lado, mesmo que seja apenas para dizer: esforça-te e tem bom ânimo.

Mas para termos verdadeiros amigos é preciso que sejamos verdadeiros amigos para os outros também. Há quem diga que para conhecermos quantos amigos temos, devemos dar uma festa, e para saber quais são verdadeiros somente quando ficamos doentes. É um pensamento um tanto quanto extremista mas com alguma conotação de verdade. Há pessoas que não sabem ser leais e muito menos companheiras e acabam sendo amigas superficialmente, apenas por palavra. Mas quando realmente delas precisamos não teremos o apoio prometido através das palavras.

Jesus não nos considera pessoas no meio da multidão, Ele nos considera como amigos. E os amigos são assim mesmo, compartilham a vida. E como é bom partilhar da vida de Jesus. O seu poder excede qualquer entendimento e seu amor lança fora de nossas vidas todo o medo, porque Ele é um amigo fiel.
Para ser um amigo de Jesus e desfrutar do sobrenatural de viver as experiência ao lado de alguém que não vemos fisicamente, mas que sentimos presente dia a dia conosco basta declararmos esse amor a Ele e o reconhecermos como verdadeiro amigo.

Uma amizade é relacionamento e com Cristo não é diferente. Através da oração, do louvor e das Sagradas Escrituras é possível se relacionar com Jesus. E Ele vai recebê-lo com o carinho de um amigo e o amor de um irmão.

Você pode conversar com Ele agora. Isso é fantástico, Ele pode ouvir você! E se ouve, logo cremos que Ele atenderá com alegria no que você precisar Dele, e Ele como verdadeiro amigo certamente fará com um sorriso de alguém que simplesmente vive por te amar.

Sejamos amigos sempre. Façamos amigos sempre. Amemos sem medida, não por palavras mas em verdade. E se nos tornamos verdadeiros amigos de Jesus teremos inúmeros outros amigos também. Porque, quem não quer ser amigo de quem é amigo de Jesus? Esse é o segredo, simples assim!

Gilberto Horácio

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Aproveite a viagem.


Nesta manhã imagine-me em uma viagem de trem entre duas cidades européias, penso que partindo de Copenhagen, Dinamarca. O trem passava por lindos lugares, lagos, planícies e vales. Em alguns trechos ele mergulhava dentro da floresta onde era possível ver os pássaros e ouvir o canto de cada um deles. Após algumas curvas apareciam quase que como efeitos especiais, lindas cachoeiras que desciam e formavam uma nuvem de água límpida no ar. E assim chegava a primeira estação. Nesta estação, passageiros desciam e passageiros entravam e eu permanecia lá, porque eu seguia para a última estação. Seguindo viagem, observava atentamente tudo o que meus olhos podiam alcançar pela janela, desde uma árvore um tanto desfolhada pelo outono presente até o "som" do machado de um camponês cortando sua lenha há alguns quilômetros de distância, em uma pequena fazenda.

E assim seguiram a segunda, a terceira, a quarta e a quinta estação. Em um dado momento observei que o passageiro que ao meu lado seguia e exatamente para o mesmo destino que eu, dormia por toda a viagem. Ele acordava apenas nas estações, esfregava os olhos, via as pessoas entrando e outras saindo e assim que o trem partia, ele logo mergulhava no sono novamente. Já se aproximando da chegada, da última estação, o trem estava bem vazio e silencioso e pude aí sim fechar meus olhos e lembrar das magníficas paisagens, sentimentos e momentos especiais que ficaram registrados em minha mente para sempre, para toda a vida.

Ao olhar para o lado vi meu companheiro de viagem acordando, e perguntei a ele: - O que achou da viagem? Ele respondeu: - Eu não vi nada, não me lembro de nada, porque dormi o tempo todo, pois só almejava chegar ao destino ao final.

Nós dois chegamos ao destino final, mas apenas eu optei por viver cada segundo da viagem.

Isto me ensina que sempre que lutamos por um sonho, um objetivo, uma meta, um ideal, um prêmio, temos que viver o caminho percorrido para chegar lá. O destino que buscamos é e sempre será o foco principal, mas quando aprendemos a viver, desfrutar, se envolver e aproveitar o caminho percorrido para chegar lá, seremos muito mais felizes e consolados na esperança, pois a esperança se renovará a cada manhã.O caminho percorrido pode nos proporcionar momentos tão maravilhosos e especiais que pode até ser, no final de tudo, muito melhor, ou, em muito complementar, aquilo que, de fato, buscávamos conquistar,

Este caminho você pode o estar trilhando agora, então é o momento de vivê-lo para registrar momentos mais que especiais que você lembrará por toda a vida.

Gilberto Horácio

domingo, 11 de julho de 2010

É preciso ser criança!


Conta-se uma história de uma criança pequenina que pegou uma pedrinha e começou a desenhar na lataria do carro de seu pai, sem que este percebesse. O carro era novinho e caríssimo o que gerou uma enorme ira naquele pai ao perceber que seu carro fora todo riscado. Em seu momento de fúria o pai pegou um pedaço de madeira a bateu muito nas duas mãos do menino repetindo fora de controle: - Criança desnaturada, você não faz idéia do que fez? Você não sabe quanto me custou para comprar este carro? Como você pode ter feito isso? Nunca mais faça isso, nunca mais toque no meu carro.

De tanto receber pancadas nas mãos a criança no dia seguinte teve que ser hospitalizada e duas semanas depois, por se agravar a infecção nas feridas, suas mãozinhas foram amputadas.
Ao chegar para visitar a criança no hospital ainda com faixas enroladas no local das amputações o pai ouviu a criança dizer: - Papai, papai, nunca mais vou riscar o seu carro, nunca mais vou tocar o seu carro.

Esta história nos ensina o perigo de colocarmos nosso coração em coisas acima das pessoas. Aprendi que o mais importante na vida são as pessoas. Ainda que venhamos a sofrer algum dano, prejuízo ou seja lá o que for, as pessoas, e o que elas significam e representam em minha vida será infinitamente maior do que qualquer coisa, repito, qualquer coisa que exista no universo.
Aprendi que as crianças não sabem dar valor às coisas e realmente não tem noção disso, mas há momentos na vida em que o melhor a fazer é agirmos exatamente como crianças. Esquecer o valor das coisas. Porém uma criança sabe muito bem dimensionar o valor das pessoas que a cerca. E neste contexto quero ser sempre como uma criança.

Lembro-me do que disse o apóstolo Paulo aos coríntios: "Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento." (I Coríntios 14 : 20)
Há momentos que temos que nos comportar como loucos, como fracos, como que estando sem lei, como que dormindo ou desapercebidos. Mas o mais precioso é quando deixamos títulos, protocolos, liturgias e doutrinas e até mesmo tradições ou costumes para sermos simplesmente como uma criança a fim de não darmos tanta atenção a coisas que nos prendem a esta vida materialista em que a “coisa” é mais importante do que um “alguém”.

Talvez não seja o seu carro, mas um simples copo que alguém tenha quebrado em sua casa, uma simples roupa que alguém tenha manchado de mostarda, para fazer você se tornar mais um que colocou o material acima da sensibilidade da presença incalculável do ser humano que está ao seu lado. E eu te garanto; esse sim não pode ser substituído. Ele vale mais que tudo! E, dependendo de nossas atitudes, pode valer até mais que nós mesmos.

Gilberto Horácio

segunda-feira, 5 de julho de 2010

O que o amor faria agora?

Neste fim de semana aprendi algo muito mais que especial; quando estivermos, na vida, frente a situações que exigem de nós uma decisão, uma escolha, um posicionamento importante, podemos nos fazer a seguinte pergunta: “o que o amor faria agora?” Certamente a resposta será a acertada, pois o amor é o vínculo da perfeição.

Temos pouco tempo nesta vida que conhecemos por aqui, não podemos gastá-la apenas buscando “ganhar a vida”, é preciso viver a vida, e viver a vida necessariamente passará pelo caminho do amar.

Ainda que cheguemos a dizer: “Não sei amar e não sei viver como deveria!” Todavia. temos que sempre complementar esta frase dizendo: “Mas estou aprendendo.”

Neste aprendizado fui instruído de que o SER é muito mais importante do que o TER. Quando TEMOS hoje, corremos sérios riscos de não termos amanhã, mas quando SOMOS hoje, seremos ainda amanhã, e ainda melhores do que hoje, isso significa “nada tendo, mas possuindo tudo”.

De fato muitas pessoas gastam uma parte da vida gastando a saúde para ganhar dinheiro, e a outra parte gastando o dinheiro para tentar recuperar a saúde perdida.

É fundamental que encontremos o equilíbrio entre o que desejamos ter e o que buscamos ser. Não ajunteis tesouros na terra em que a traça e a ferrugem destroem e os ladrões podem roubar, mas ajunteis tesouros no céu. Isso não quer dizer que não tenhamos que ter nada por aqui, mas que devemos ter por aqui o que sonharmos, mas muito mais o que também poderá ser levado à eternidade: sendo as principais coisas: o amor e nosso relacionamento com Deus.

É preciso sempre recomeçar. É preciso sempre aprender. É preciso sempre amar e viver bem próximo Daquele que nos criou.

Estas coisas serão reais se soubermos pedir: “tudo o que pedirdes em oração, recebereis.” Carro? Casa? Conta Bancária recheada? Jóias? Poder? Certamente que não! Mas sim: amor, bondade, mansidão, domínio próprio, longanimidade, fé, esperança, alegria no Espírito Santo..... Contra estas coisas não há lei. E isso nos fará felizes e completos porque isso será fruto de uma vida próxima a Deus. E quem está próximo a Ele tem o privilégio de viver, a cada dia, “conversando em Deus”. Isso produzirá em nós o ser humano mais feliz e completo que já existiu, porque aprenderemos por meio do dono da vida e do amor a saber "o que o amor faria agora".


Gilberto Horácio