SOU EVANGÉLICO, SOU FELIZ, UMA ANÁLISE DAS PRINCIPAIS QUESTÕES DA VIDA EVANGÉLICA

Por apenas: R$ 19,99 com FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL

UM LIVRO PARA ABENÇOAR A SUA VIDA.

Veja alguns capítulos que você vai encontrar neste livro.
– Ser evangélico
- Posso ser evangélico sem frequentar a igreja?
– Qual é a roupa de um evangélico?
– Como se comportar no culto evangélico
– O perigo dos cargos
– Como entender os desentendimentos dentro da igreja?
– Seu relacionamento com os demais membros
– Quanto, em dinheiro, entregarei na igreja?
– Quando o sofrimento bate à porta de um evangélico
– Entendendo por que nem todos são curados
– Evangélicos divorciados
– Ouvindo músicas não evangélicas
– Bebida alcoólica no copo de um crente?
– Nem todos falam línguas estranhas?!
– Evangélicos certos de vidas erradas
– Igreja pequena ou igreja grande?
– Excluindo membros - um mal necessário?
– Amigos e relacionamentos apenas com evangélicos?
– O que nos une é maior do que o que nos separa
– O evangélico e a morte – O que importa é ser salvo, ser você e ser feliz dentre outros capítulos.
Comprando este livro você estará abençoando e sendo abençoado. Há algo especial de Deus nele para você.
Um livro que fala de fé e de esperança.

Peça já o seu exemplar!

À VENDA NOS SEGUINTES LOCAIS:


* LIVRARIA DA IGREJA DE NOVA VIDA DE DUQUE DE CAXIAS.
Av. Presidente Tancredo Neves, 687 – Vila Itamaraty(Itatiaia) – D. de Caxias Tel./fax: (21) 3658-3200 E-mail: igreja@novavidacaxias.com.br


* Livrarias Celebrai do Shopping Center de Caxias. Rua Mariano Sendra dos Santos, SN - Duque de Caxias - RJ Quadra 4 - Loja 10 | Cel.: (21) 9346-7347 - Tel.:(21) 2671-6073

* LIVRARIA ITATIAIA NO UNIGRANRIO SHOPPING CAXIAS.
Rua Prof. José de Souza Herdy 1216. 25 de Agosto - Duque de Caxias. Tel. (21) 2671-2808


* EDITORA CONSELHO. Av. Eunice Gondin, 160, sala 206, Recreio dos Bandeirantes, RJ Tel. 3326-3844


COMPRE AGORA E RECEBA O LIVRO EM SUA CASA COM A SEGURANÇA DO pagseguro

Por apenas: R$ 19,99

Frete GRÁTIS para todo o Brasil

Através do pagSeguro você compra parcelado através dos principais cartões de crédito.
Compre também por telefone:(21) 99697-4191 e peça seu exemplar. Você vai recebê-lo na comodidade da sua casa, com total segurança e a credibilidade dos correios. Você pode comprar também por depósito bancário: Deposite o valor de R$ 19,99 na seguinte conta: Banco Santander: Agência: 4618 Conta Corrente: 01001027-8 Envie-nos e-mail constando a a data e a hora o depósito, seguido de seu endereço completo, com CEP e telefone para contato.

Você receberá em sua casa o livro SOU EVANGÉLICO, SOU FELIZ. Uma análise das principais questões da vida evangélica.

Você vai entender muito do que acorre dentro de uma igreja evangélica no Brasil. Vai ter a fé despertada, o amor a Cristo, à igreja e a você mesmo racionalizados e fortalecidos de forma simples mas, direta.

Não perca mais tempo! Investir em conhecimento é investir em você. Peça agora e seja muito abençoado pelo que vai ler e aprender.
UM LIVRO QUE TRATA DE FORMA PRÁTICA QUESTÕES VIVIDAS DENTRO DA IGREJA EVANGÉLICA.

sábado, 29 de agosto de 2009

Cristãos perseguidos. Você se importa?


Paul e um prospecto sobre cristãos perseguidos

A Igreja Nova Vida de Duque de Caxias, recebeu no último dia 19 de agosto o missionário Paul Estabrooks, correspondente Internacional da Missões Portas Abertas no Brasil. Fiquei maravilhado e ao mesmo tempo perplexo ou ouvir depoimentos de Paul sobre o que Deus tem realizado em países onde o evangelho ainda encontra barreiras para atingir as pessoas. Ele nos convocou para que, como Igreja , possamos orar pelos irmãos que vivem nestes países e são perseguidos, pelo simples fato de desejarem viver para Cristo e levar o evangelho a outras pessoas. Segundo Paul, muitos pastores e missionário são mortos, ameaçados, torturados, esquecidos, presos , por manterem-se fimes em suas convições de fé no Senhor Jesus.

É de nos chocar, o fato de termos no Brasil tamanha libertade de culto, Bíblias vendidas por menos de R$ 10,00 em cada esquia, enquanto que em alguns países, cristãos possuem apenas fraquimentos da Bíblia Sagrada, pois assim dividem entre os grupos de cristãos as poucas Bíblias que possuem, e isto em reuniões secretas, tendo suas próprias vidas sob perigo constante, frente às autoridades, prinipalmente mulçumanas.Paul visitou cristãos de países restritos como Cuba, Tibet, China, Mongólia, países da África, América Latina, Sul e Sudeste Asiático e Oriente Médio.
Um dos fatos que ele contou foi o de uma menina chamada de Esterlina, mostrando a foto dela para a igreja. Uma menina que foi sequestrada de seu pai, um missionário que atua pregando o evangelho em um país dominado pelos mulçumanos. Os sequestradores desafiaram ao missionário dizendo que sua filha somente seria devolvida se ele parasse de falar no nome de Jesus de Nararé. O missionário, crendo que sua existência e seu chamado foram elaborados pelo próprio Senhor Jesus, continuou cumprindo sua missão, crendo que Deus teria o poder de livrar sua filha Esterlita. Como não atendeu o pedido dos sequestradores, a menina foi vendida para uma casa de prostituição, em um lugar desconhecido. O missionário continou crendo e cumprindo sua missão, crendo que até nos mortos Deus é poderoso para trazer sua filha. Alguns anos depois, cerca de 3 anos, ele ficou sabendo que a menina havia conseguido fugir no primeiro dia em que foi vendida e que uma falmília a encontrou e cuidou dela todos estes anos em que ele continuara cumprindo sua missão. Isso significa que: Deus sempre cuidará daqueles que o amam, ainda que não seja possível entender agora, será visível a ação de Deus sobre as circunstâncias de nosas vidas, no futuro.

As Igrejas Nova Vida apoiam o ministério Portas Abertas e você pode apoiar também.Você pode acessar o site do ministério Portas Abertas (http://www.portasabertas.org.br/), se envolver de alguma forma, seja orando, divulgando este ministério como estou fazendo aqui ou ainda doando recursos para que o ministério portas abertas possa chegar onde você, talvez , não possa, que é atingir e socorrer a igreja perseguida em todo o mundo. Sejamos nós, a família que Deus usou para proteger e abrigar Esterlita. Esta história é real, verídica dentre centenas de muitas outras que aconteceram e ainda hoje acontecem contra a Igreja Peseguida. Mas uma coisa é certa, ela, a Igreja atravessou os séculas e está viva e para sempre estará, pois fiel é o que prometeu e que também está Vivo, e no meio de nós; o próprio Senhor da Igreja, o próprio Senhor Jesus.
Se você também quiser saber um pouco mais sobre outros projetos missionários acesse também este link sobre o ministério AlFa e Ômega (http://gilbertohoracio.blogspot.com/2008/10/agentes-de-transformao.html), que atua evangelizando universitários.

Gilberto Horácio

sábado, 22 de agosto de 2009

Exposição da Bíblia em Diversos Idiomas e em Braille


O Seminário Teológico Batista de Duque de Caxias apresenta em parceria com a Sociedade Bíblica do Brasil, e pela primeira vez em Duque de Caxias, a exposição da Bíblia em diversos idiomas, inclusive em braile, acontecendo na biblioteca da Unigranrio até o fim de agosto.
Eu visitei a exposição e vale à pena conferir. Dentre os idiomas que me surpreenderam foram o hebraico, e a língua chand, mas há bíblicas em alemão, francês, inglês, chinês e em mais diversos idiomas, inclusive indígenas.
Também há uma apresentação de perfumes descritos em diversas passagens bíblicas, como mirra, nardo e rosa de saron. O perfume é realmente maravilhoso, o que parece nos fazer visualizar Maria derramando o nardo sobre os pés de Jesus.
De forma magnífica também podemos ver uma bíblia em braille pesando cerca de 40kg e que agora estará disponível na biblioteca da Unigranrio permanentemente, para que todo deficiente visual que deseje lê-la possa ter acesso, como um presente da Sociedade Bíblica do Brasil para a biblioteca.

A Unigranrio fica na Rua Prof. José d Souza Herdy 1160, 25 de Agosto no Centro de Duque de Caxias (Atrás da delegacia).
O Site do Seminário Teológico Batista de Duque de Caxias está no seguinte link: http://www.stbdc.com/.
O site da Sociedade Bíblica do Brasil está no seguinte link: http://www.sbb.org.br/.
Você também pode ler um pouco sobre a história da bíblia em braille em um post que escrevi aqui no blog em 2008 no seguinte link: http://gilbertohoracio.blogspot.com/2008/06/o-deficiente-visual-tem-o-direito.html.
O deficiente visual também precisa aprender e conhecer os tesouros da Bíblia Sagrada, capaz de trazer vida àqueles que os descobrem nas entrelinhas deste livro milenar dado à humanidade, escrito por homens inspirados pelo próprio Deus criador do Universo, da Terra, do homem e da vida.

Gilberto Horácio

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Notícias podem mudar a sua vida.


Há momentos em nossas vidas em que parece não haver saída ou solução para determinadas situações e circunstâncias que surgem diante de nós. Estamos caminhando, de forma tranqüila e com passos seguros em direção a nossos ideais e objetivos e de repente, num momento, estamos paralisados, em pé, de mãos na cabeça diante de fatos que nos envolvem; circunstâncias que nos afetam e atingem. Ficamos ali, olhando para o gigante que se colocou diante de nós, quando tudo parecia estar bem. Isso é o que aprendi a chamar de “notícias alternadoras do curso da vida”.
As notícias fazem parte da vida. Os fatos se sucedem, involuntariamente e seqüencialmente a todos os momentos. Alguém, nascendo, alguém morrendo, alguém demitido ou contratado, um novo vizinho que chegou, um avião que caiu, uma sentença que foi executada, uma aprovação em um concurso, o salário que saiu. Mas a notícia possui a sombria capacidade de mudar tudo.
Quando abrimos nossa caixa de e-mails, recebemos um SMS, ou um telefonema, quando alguém bate à porta de nossa casa, às 23h450 da noite de um inverno chuvoso, estamos à mercê dos riscos que uma notícia pode trazer. Acredito que todos possuem um certo receio das notícias. Elas podem trazer a felicidade e a alegria num piscar de olhos, como também dias nebulosos. Ela tem a capacidade de alternar o curso de nossas vidas.
Lembro de alguém, que certa vez, ao receber a notícia que seu pai havia sofrido um infarto, dirigiu seu automóvel ao hospital com terror e temor de que o telefone tocasse no caminho. E o telefone tocou. Seu pai não resistiu e morreu. Sua vida nunca mais foi a mesma.
Telefonema do Recursos Humanos quando se é recém casado e com um filho recém nascido. Notícia.
Quão impactante a notícia do avião em que estava um ente querido pode ser? Afinal a empresa era mantida por aquela pessoa. Ela era o esteio da empresa ou da casa, ou da igreja. Como será de agora em diante. Tudo terá que ser reorganizado, pessoas desligadas, contratos desfeitos, bens desmembrados.
E o curso da vida “daquele” e da família “daquele” que soube ontem do câncer maligno em fase terminal. Da mãe que soube do filho preso, hoje?
Notícias podem mudar nossas vidas para melhor e trazer coisas que há muito esperávamos, e podem mudar o curso de nossas vidas para melhor, mas também trazem o risco dos gigantes.
Isso significa que estamos à mercê dos acontecimentos? Sim estamos. Mas algo fundamental é a certeza e a busca para si mesmo desta certeza, de que não estamos sozinhos neste mundo. Alguém nos pensou e nos criou. A mente de alguém. A mente de Deus. Ele, embora muitos não percebam, rege o Universo e todos os fatos e acontecimentos passam por seus olhos.
A tempestade que sopra sobre os pintinhos faz com que se abriguem debaixo da asa da galinha. Não importa se serão atingidos, importa que saibam que estão abrigados e protegidos. E é exatamente o que faz o poder da fé. Não importa que sejamos atingidos pelas circunstâncias da vida; importa é que saibamos que estamos abrigados. E este abrigo está na fé. Está em Deus.
Que somente as boas notícias, sejam proclamadas a nós. Mas quando surgirem, e elas surgirão, as “notícias alternadoras do curso da vida”, esteja e busque estar debaixo das asas da fé, das asas de Deus, para que sejamos ou não atingidos, o melhor será estar abrigados e conscientemente protegidos por quem proverá auxílo em qualquer circunstância.

"AQUELE que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.
Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas estarás seguro."
SALMO 91: 1, 4

Gilberto Horácio

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Informação não é conhecimento.


Com a facilitação e a abertura do acesso à informação às grandes massas, pelos mais diversificados meios de comunicação, somos bombardeados diariamente, em quantidade dessa informação, de forma infinitamente superior a que podemos absorver; jornais, revistas, e-mails, sites da internet, celular, televisão, rádio, livros, cartazes. Informação para todos os gêneros, idades e interesses.

Ficamos cada vez mais dependentes destes canais de informação. A quantidade e a diversidade de conteúdo de forma tão veloz se tornam em problema no momento em que já não somos capazes de reter e gerenciar tanta informação de forma eficiente,

A informação em tempo real alavanca negócios e relacionamentos em todas as esferas, e se tornou uma exigência, principalmente no ambiente de trabalho.

O procedimento padrão ao se ligar o computador, por exemplo, é a leitura de e-mails, consulta a sites informativos, noticiários, pesquisas rápidas em mecanismos de busca, acesso a sites de relacionamentos, etc. De link em link nossa mente vai sendo desafiada a guardar informação e mais informação.

Notícias locais, internacionais, cotações financeiras, o trânsito engarrafado, a previsão do tempo para o próximo dia, o evento que estamos esperando, o novo livro que saiu, o novo filme que está em cartaz e ainda não vimos, um novo método, conceito ou descoberta dentro de nossa profissão, o idioma que estamos pesquisando, o curso que estamos estudando, e por aí vai.

Com isso, muitas vezes nos encontramos mergulhando e lendo sobre um assunto que foge completamente de nossa área de conhecimento e interesse. Pesquisamos sobre alguma enfermidade que tivemos, pesquisamos dados sobre os times e jogadores do campeonato que gostamos, sobre uma determinada religião, sobre tipos de vinhos, lugares que queremos conhecer, sobre a política do município, estado ou país onde vivemos e ainda queremos, cada vez mais, ter informações, sobre fatos e assuntos dos mais diversos possíveis.

Cinema, música, tecnologia, futebol, tendências, moda; tudo exige atualização contínua e rápida. Há a possibilidade de recebermos informativos no celular a todo o instante, acessarmos a internet de todos os lugares e por diversos meios, recebermos uma centena de jornais e revistas, assistirmos em centenas de canais abertos e pagos da TV tudo o que em um passado bem próximo só era acessível no mundo acadêmico de uma universidade. Resultado: tornamos-nos vítimas do excesso de conteúdo e da informação em si. que nossa mente jamais poderia absorver. Com isso a tendência é que se chegue à fadiga mental e ao estresse comprometendo nossa capacidade de reter o que realmente é importante.

Entretanto, o maior perigo é o preenchimento do tempo, e confundirmos bagagem de informação com bagagem de conhecimento. A informação pode ser volátil e passageira, superficial e não duradoura, enquanto que o conhecimento é maduro, sólido e duradouro.

A realidade é que lemos muito e aprendemos pouco. Estamos estudando um pouco de tudo e tendo conhecimento de muito pouco. Será que as dezenas de apresentações em PowerPoint, textos e correntes que recebemos diariamente em nossos e-mails precisam realmente ser lidas?

Será que a leitura dos próximos capítulos das novelas, a leitura dos melhores momentos do jogo do time da segunda divisão, o aprofundamento dos estudos arqueológicos do Egito, gravando os nomes dos arqueólogos só para contar em uma conversa de amigos é realmente fundamental?

É comum reclamarmos de falta de tempo para nos aprofundarmos nos estudos e especializações na área em que atuamos, mas é comum desperdiçarmos tempo consumindo informação que, por vezes, achamos ser conhecimento e na verdade não é.

Acredito que num universo cada vez mais poluído de informação “pipocando” de todos os lados é bom identificarmos que o que realmente nos agrega é o conhecimento com sua solidez, o qual o tempo não apaga e nem nos tira.

O segredo parece ser perguntar a si mesmo, sempre: “Eu preciso realmente ler e manter-me atualizado nisto? Eu preciso realmente saber sobre este assunto? O que isso me acrescentará? Imaginar-se num verdadeiro self-service da informação em que eu escolho colocar em meu “prato” somente aquilo que, de fato, preciso para me alimentar. Isso na prática significa apagar muitos e-mails, deixar de clicar em muitos links que te levarão a navegar inutilmente por horas a lugares não planejados, cancelar a assinatura de algumas revistas ou jornais, ir aos canais e programas de TV específicos, e até esquecer-se daqueles cursos ou congressos que fogem completamente de nossa área de formação e interesse principal e surgem no meio do caminho.

E o preço pago pela informação não é barato. Se considerarmos tudo o que gastamos para nos mantermos informados através dos diversos meios de comunicação somados ao valioso tempo em que empregamos nessa busca vamos entender a importância que devemos dar para canalizarmos nossa atenção, nosso esforço, nosso tempo e nosso dinheiro naquilo que realmente precisamos receber e reter.

Ao acessarmos a internet, ao ligarmos a TV ou rádio, ao abrirmos o jornal, ao escolhermos uma revista, ao irmos a um congresso ou matricular-nos em um curso devemos agir exatamente como a correta forma de ir ao supermercado, tendo bem definido o que se quer “comprar”, para que ao passarmos no “caixa” não vermos um carrinho cheio de produtos, os quais não haveria qualquer necessidade de compramos.

Gilberto Horacio